quinta-feira, agosto 10, 2017

Se Liga FaBCI - Visita ao Centro de Documentação e Memória do Museu Judaico de São Paulo.


No dia 09/06/2017 os alunos das turmas do 5º Semestre Matutino/Noturno, tiveram a oportunidade de realizar uma visita técnica ao Centro de Documentação e Memória do Museu Judaico de São Paulo.

A visita foi organizada pelo Profº Francisco Lopes em prol da disciplina de Fundamentos Arquivísticos, onde os alunos tiveram contato com a organização efetiva de um acervo arquivístico, qual a estrutura e normas utilizadas, as diversas tipologias de documentos tratados e ainda a história marcante da comunidade judaica na cidade de São Paulo.

Confiram!




O Centro de Documentação e Memória (CDM), do Museu Judaico de São Paulo, com sede localizada na Rua Estela Sezefreda, 76 – Pinheiros, recebeu os alunos do 5º semestre da FaBCI com uma mesa bem servida com café, chá e biscoitos além de uma simpatia ímpar, o que marcou logo de início.

Após esse primeiro momento, todos foram se acomodando no espaço preparado para a palestra que iniciou com a apresentação da diretora do CDM que falou um pouco sobre a instituição, quais os tipos de documentos e demais itens que possuíam sendo todos frutos de doações das famílias judias que imigraram para a cidade de São Paulo principalmente na época das guerras e do holocausto.

O acervo contém mais de 1 milhão de documentos, 100 mil fotografias, 20 mil livros de temática judaica (sendo 8 mil em Iídiche) e 400 depoimentos de História Oral.

A fusão entre Arquivo Histórico Judaico Brasileiro (AHJB) e o Museu Judaico de São Paulo (MJSP) ocorreu à partir de março de 2016 com a incorporação ao Museu de todo acervo documental iconográfico, multimídia e bibliográfico de mais de 40 anos de existência que se somaram aos mais de 2 mil objetos do MJSP passando, então a ser chamado de Centro de Documentação e Memória (CDM) do Museu Judaico de São Paulo.

Todo o trabalho de organização dessa documentação ficou a cargo de uma empresa terceirizada que foi contratada pelo MJSP aos quais as principais responsáveis pelo trabalho, deram seguimento a visita com uma palestra em que explicaram a forma de organização dos documentos, exemplificando muito bem todos os processos em especial o plano de descrição arquivística que foi apresentado pela disciplina ministrada pelo Profº Francisco.

Abaixo, imagens de dois exemplos visualizados na apresentação, contendo a divisão arquivística adotada, sendo em sua maior parte organizada pelas famílias judias citadas nos diversos documentos e suas relações:






Dando seguimento, os alunos tiveram a oportunidade de fazer uma vista guiada tendo contato com a guarda dos diversos documentos e suas tipologias sendo o mais marcante reconhecer a história de uma comunidade tão representativa e sua relação com a cidade de São Paulo, todas contadas pelos documentos tornando o trabalho de organização, preservação e conservação dos mesmos, de grande importância. 

O trabalho que vem sendo realizado é indiscutivelmente bem planejado e elaborado. Foi citado que nem todos os documentos entraram nesse projeto, pois pelo tempo de contratação da empresa, houve a necessidade de selecionar quais documentos seria trabalhado, o que bem se aproxima do contexto que os alunos poderão se deparar em trabalhos dessa natureza.

Outra curiosidade foi saber que na empresa contratada para todo o tratamento arquivístico, não há nenhum profissional bibliotecário somente historiadores, restauradores e outros profissionais de áreas que não contemplam o profissional da informação, o que foi bem questionado pelos alunos e leva a uma reflexão que pode ser fonte de muitas discussões.

A visita dos alunos da FaBCI ocorreu simultaneamente a 1ª Semana nacional de Arquivos 2017, onde puderam conferir a exposição de variados documentos pertencentes a Cooperativa de Crédito do Bom Retiro, tomando conhecimento de mais histórias sobre o povo judeu na cidade de São Paulo e como tinham o aparato dessa organização como apoio financeiro assim que chegavam na cidade.


Cartaz do Evento - 1ª Semana Nacional de Arquivos 2017

  Fiquem agora com as fotos tiradas na visita guiada ao CDM do Museu Judaico de São Paulo.


Armários deslizantes contendo a guarda dos documentos.


Armários deslizantes com documentos em caixas arquivos.




Armário com documentos em armazenamento especial.









  
Documento original em envelopamento especial.


Documento acima sendo apresentado particularmente.






















Armário de guarda de CD's.


















Armário de guarda de fitas cassete.












Documentos e itens a serem tratados e incorporados ao acervo.



Com toda certeza foi uma visita que agregou muito na vida acadêmica dos alunos que puderam ter um contato mais de perto com as práticas arquivísticas, apresentadas nas aulas.

Os agradecimentos a todos os responsáveis pelo MJSP e equipe que coordenada o CDM por todo aparto na visita, bem como ao Profº Francisco pela organização.

Visita dos alunos do Matutino.


Visita dos alunos do Noturno.



Eleições para o Conselho Acadêmico FaBCI-FESPSP 2017.


Estão abertas as vagas para candidatura de discentes ao Conselho Acadêmico FaBCI-FESPSP. São duas (2) vagas em que alunos do e 4ºSemestres da FaBCI, que estejam devidamente matriculados, podem se inscrever para integrar o conselho que tem um papel muito significativo no que concerne a discussão e busca de soluções para os assuntos que envolvem toda a comunidade FaBCI.






Mas o que é o Conselho Acadêmico? Vejam a definição da Profª Dra. Valéria Valls:


“É a instância superior do nosso curso, um órgão de natureza deliberativa, normativa e consultiva, que tem a seu cargo as atividades didático-pedagógica, científica e de pesquisa. Tudo que envolve a nossa Faculdade é aprovado pelo Conselho”.

O conselho é formado ainda por nossa Diretora/Coordenadora Profª Dra. Valéria Valls e mais 4 docentes (que também serão eleitos por votação entre seus pares).

O papel principal dos discentes é representar os demais alunos nas decisões que forem tratadas pelo conselho, podendo levar suas opiniões e reais necessidades.

Outro requisito importante é que os candidatos tenham disponibilidade para no máximo duas reuniões por semestre (geralmente no final da tarde), que contam com a emissão de certificados de participação, que valem como atividade complementar e que sejam bem discretos visto que assuntos sigilosos que podem envolver particularmente alunos e professores são tratados pelo conselho.


Confiram mais informações sobre o Conselho Acadêmico em algumas matérias publicadas pela Monitoria Científica em anos anteriores:



O Conselho atual era composto pelos alunos: Fabiano Cassettari e Thiago Asperti e pelos docentes: Profª Maria Rosa, Profª Daniele, Profº Henrique e Profº Francisco aos quais a MC deixa os sinceros agradecimentos por todo empenho e trabalho desenvolvido.

O Thiago nos deixou um breve relato sobre sua experiência no Conselho:


Quando fiquei sabendo da necessidade de um Conselheiro discente estava no primeiro semestre, não tinha noção de que tratava. Conversei com a professora Evanda que me fez enxergar a importância da participação dos alunos nas decisões do Conselho. Foram dois anos e meio de muito aprendizado, pude entender melhor as necessidades e os problemas dos alunos e da FESPSP e o mais importante, pude levar a visão do aluno para o conselho.

Acredito que a Faculdade e os alunos só têm a ganhar com Discentes, Professores e Funcionários trabalhando juntos, por isso a importância do Conselho. Nas reuniões o diálogo é sempre aberto, foi uma experiência muito boa que sem dúvida acrescentou na minha formação.


Se você tem esse perfil e deseja participar, envie um email para o Centro Acadêmico Rubens Borba de Moraes - “CA do Borba”, que está organizando a eleição, com seu nome completo, RA e classe/período que estuda: cadoborba@fespsp.org.br


A eleição ocorrerá na próxima semana de forma digital (em breve maiores informações).


Novo Logo da Monitoria Científica 2017.


Iniciamos mais um semestre e com ele muitas novidades irão badalar a MC.

Uma delas é a implantação de uma nova identidade visual que terá o logo escolhido por você que faz parte da comunidade FaBCI.




Sendo assim, seguem os candidatos para que possam conhecer e em breve escolher o seu preferido em uma votação que será aberta em nossa página do facebook.


LOGO 1




LOGO 2




LOGO 3




Não deixem de votar. Contamos com cada um de vocês para escrevermos mais uma página na história da Monitoria Científica FaBCI-FESPSP.


MC 2017: parte 2 – Estamos de Volta!


E foi dada a largada para mais um semestre, e com ele a MC retorna à suas atividades com o intuito de continuar cobrindo todos os eventos internos e externos da nossa área, divulgar a produção científica e cotidiano da comunidade FaBCI bem como apresentar seus componentes: docentes, discentes, egressos e demais colaboradores da FESPSP.


Sejam todos bem-vindos e que seja um semestre de muitas conquistas.



Como sempre fazemos, segue novamente o convite para que você que ainda não participou da Monitoria Científica, venha colaborar nos escrevendo ou gravando um vídeo para a coluna/série que se identificar, ou mesmo compartilhando algum talento, relato de evento ou opinião sobre temas relacionados com nossa área.

Aos que já participaram, as portas continuam sempre abertas. Além de ter sua contribuição marcada na história da MC, ainda pode contabilizar horas complementares.

Para participar, é só entrar em contato através do email monitorcientificofabci@gmail.com

Fiquem agora com um recadinho mais que especial de volta às aulas da nossa queridinha mascote da FaBCI, a rainha Elvira:






Por Carol Souza
Ilustrações: Robson Lima

sexta-feira, junho 30, 2017

Cantinho da Elvira.


A querida Elvira não poderia deixar de passar aqui na MC para encerrar o semestre desejando ótimas férias e um descanso merecido a todos da comunidade FaBCI-FESPSP.

A MC volta em agosto e aguardem muitas novidades nas colunas, séries e matérias, trazendo muita informação, dicas, buscando um ambiente de interação e tornando nosso cotidiano acadêmico bem mais divertido, assim como o “Cantinho da Elvira” que voltará com tudo.

Fique agora com a nossa mascote que você respeita!

E BOAS FÉRIAAAAAAAASSSS!!!!!!!!















Roteiro: Carol Souza
Ilustrações: Robson Lima


Se Liga FaBCI - Disciplina de Gestão de Conteúdos Digitais. Com Profª Daniele Brene.


Confiram um pouco do que rolou neste semestre com a inserção de uma nova disciplina: Gestão de Conteúdos Digitais lecionada pela Profª Daniele Brene às turmas 5° semestre.

Para tal, fiquem com o relato da Profª Daniele, com um vídeo de uma das atividades propostas e o relato da aluna Aldenira da Costa Souza do 5º Semestre/Noturno sobre sua experiência com a matéria.


Fonte: Hit Digital



Por Profª Daniele Brene.

Ter uma nova disciplina na grade curricular é sempre um desafio. Construir o conteúdo, observar o desenvolvimento da abordagem e manter o foco dos alunos na fase de elaboração dos TCCs e trabalho integrado não é tão simples. Mesmo diante de tantas atividades, tive a feliz oportunidade de contar com o empenho e dedicação da maioria dos alunos, o que realmente me encantou.

O maior objetivo da disciplina de Gestão de conteúdos digitais foi ampliar os horizontes da atuação do bibliotecário, especialmente identificando a aplicação de seus conhecimentos e habilidades à gestão de ambientes digitais em diferentes plataformas. Ao passar pelos principais conceitos de Arquitetura da informação e aplicar princípios básicos de gerenciamento de projetos, pudemos planejar e desenvolver ações plenamente aderentes à essa realidade, destacando a utilização de todos os conteúdos assimilados pelos discentes em outras disciplinas como catalogação, classificação, indexação e tantas outras.

Certamente conseguimos atingir ótimos resultados e sou muito grata pela participação e colaboração daqueles que se empenharam e fizeram de cada aula uma nova oportunidade de aprendizagem e prática profissional.

Confira um excelente projeto desenvolvido no link gentilmente disponibilizado por um dos grupos.

Sucesso a todos!



VÍDEO: Análise de um site com base nos principais conceitos de Arquitetura da Informação


Para esta atividade, a Profª Daniele dividiu os alunos em grupos que deveriam assistir ao vídeo e analisar o site da empresa www.baby.com.br, considerando os principais aspectos da estrutura da arquitetura da informação: organização; navegação; busca;            rotulagem; interface; usabilidade e acessibilidade.

Após essa etapa, deveriam gravar um vídeo para relatar a análise e experiência da equipe de forma criativa. 

Vejam o vídeo cedido pelos alunos do 5º Semestre/Noturno: Aldenira Souza, Caroline Souza, Daniela Correia, Fernanda de Paula, Julia Alves e Nicolino Foschini.
  
https://youtu.be/5ljT5F7--9A
VÍDEO: Análise em Arquitetura da Informação

Por Aldenira da Costa Souza.


Quando iniciamos as aulas de Gestão de Conteúdos Digitais ministradas pela professora Daniele Brene, pensei que iríamos estudar, sobretudo, a respeito dos conceitos de Arquitetura da Informação (AI) e usabilidade, e de que forma estes conceitos auxiliam na organização de websites.

Entretanto, conforme as aulas avançavam, percebi que aprenderíamos muito mais que apenas isso. E tive uma grata surpresa, pude compreender o quanto a Biblioteconomia e a Arquitetura da Informação possuem conceitos que se relacionam e se complementam.

O fato de o profissional da informação precisar está ciente e preparado para demandas menos convencionais da área da Biblioteconômica e Ciência da Informação não é novidade. Mas, a ideia de que bibliotecários também podem atuar em atividades que envolvem a organização e a manutenção de websites ainda causa certa incerteza para alguns desinformados.

Sim, o bibliotecário pode atuar no desenvolvimento de projetos de gestão de conteúdos digitais. E não, ele não vai tomar o lugar do arquiteto da informação.

Ou seja, seu trabalho tem como foco a boa ergonomia da Arquitetura da Informação na perspectiva de serviços intuitivos que promovam acessibilidade, a organização de conteúdos de websites, com a preocupação de tornar as informações mais compreensíveis pelo usuário. Pois tem conhecimentos sobre os princípios de seleção, de busca, catalogação e classificação. Competência suficiente para planejar, armazenar, recuperar, disseminar e possibilitar o acesso à informação. Conceitos necessários para o desenvolvimento de ambientes Webs.

Um ponto interessante, é que seu trabalho antecede os de profissionais que atuam diretamente na criação de sites, como analistas, programadores e web designers. Sua atuação pode concentrar-se no estudo de conteúdo, na hierarquia em que os mesmos serão apresentados na homepage, na sua disposição e adequação ao público ao qual se destina, na preparação de taxonomias, menus, fluxogramas, catálogos, na recuperação da informação entre outros. Contribuindo dessa forma para que o usuário realize sua pesquisa da melhor maneira possível e encontre o que procura neste endereço eletrônico.

Aliar teoria e pratica, já que durante as aulas desenvolvemos um projeto que culminou com o desenvolvimento de um website, fez o que estávamos aprendendo ganhasse concretude. A professora Daniele nos deu arcabouço para compreendermos melhor o quanto nossa área é interdisciplinar e ao mesmo tempo tem tanto a contribuir para os setores que têm como matéria-prima de trabalho, a informação.

Coluna: Filme da Semana "Especial Netflix de FÉRIAS". Por Ana Beatriz Cristaldo e Renato Reis.



Saaaalve, galera! 

Demorou, mas chegou! As férias tão aí na nossa cara e a gente, como sempre, tá muito feliz por isso. Lembramos do quão duros, sofridos e corridos foram nossos dias com os prazos às nossas portas e aquela pilha de AVAs, integrados e até TCCs pra fazer sem descanso. Agora é a hora que tiramos pra curtir um tempinho, arruaçar geral, entrar em catarses e descansar o máximo possível no nosso tempo livre!

Vocês idealizaram e pediram, nós botamos em prática!! Trouxemos um especialzão, uma super lista do Netflix toda recheada de surpresas pra vocês, então. Aguenta essa pessoal, e põe a pipoca pra estourar, o refri e o chocolate na mesa pra fazer maratona de filmes e transformar todo e qualquer dia das suas férias com muita agitação cinematográfica. Curtindo ou não, só vem aí filme de qualidade, entenderam? O que vale é juntar os amigos ou se enrolar no cobertor porque a sessão vai ser no seu sofá em 3, 2, 1...

BOAS FÉRIAS, seus lindos!

Especial Netflix de FÉRIAS!!!
**confetes, cornetas, vuvuzelas, festa, fogos de artifício e muito amor espalhado!**





 Por Renato Reis.


Biutiful (2010)

Bora falar um pouco da obra do meu diretor favorito? Bora!!

Uxbal (Javier Bardem) é um homem de meia idade que tem dois filhos, Ana (Hanaa Bouchaib) e Mateo (Guillermo Estrella), para criar e, ainda, contato com sua ex-esposa, Marambra (Maricel Álvarez), cujas condições de desequilíbrio psicológico e alcoolismo impedem seu pleno relacionamento apaixonado. Todos os 4 personagens são incríveis e irão tocar seu coração a todo momento (cada cena forte e de arrancar aquele choro, meeeu...!). Num dia a dia sem boas perspectivas financeiras, ele tem de se virar, imergir no mercado negro, onde faz muitos amigos e aliados, para conseguir seu ganha pão e juntar uma pequena poupança, sempre pensando com muito amor à família (ainda mais após uma má notícia).
Biutiful é sublime em todos os aspectos: as cores bem ‘dark’, a trilha sonora que cai como uma luva ao enredo, as técnicas de filmagem que valorizam o protagonista e sua relação com cada personagem nas cenas e a atuação tão tocante de todos. Isso tudo unido, faz lágrimas rolarem a cada cena que passa pessoal. Um drama autêntico, feito com a mão no coração dos envolvidos e que merece respeito no cinema mesmo, dirigido pelo gênio Alejandro G. Iñárritu!

P.S./AVISO/Obs.: e vocês vão se afogar em lágrimas porque é a mais sincera homenagem do diretor ao seu pai, já adianto.


Spirit: O Corcel Indomável (2002)

Spirit (na voz de Matt Damon) é um cavalo raça-pura fortíssimo que inicia uma vida belíssima e natural com a família. Até vê-la sendo domada pelo homem americano, que devasta tudo o que encontra pela frente a troco de terras e de sua exploração por exploração. O filme exibe bem essa questão histórica, inclusive, do avanço dos colonos na “nova América”, terra que consideram promissora e que só lhes tem a retribuir, em pró da nova civilização. O Coronel (na voz de James Cromwell) é, no caso, o vilão da história, o militar arrogante, frio e dominador, que tenta domar o maior número de cavalos possível e explorar a região em que seu forte está instalado. A crueldade é posta de uma forma bem “DreamWorks de ser”, saudável e educativa a quaisquer olhos que estejam assistindo. Sem contar a emoção que a animação, as imagens casadas com a trilha sonora e as expressões dos personagens criados despertam em nós. Que baque, gente!

Desde criança, enxergo Spirit: O Corcel Indomável como um filme que extrapola suas ideias principais para o cinema, no entorno do seu enredo. Ele lida com toda a questão da natureza do animal, de como nasceu para ser livre nessas terras lindas e ricas, de como sua liberdade deve ser preservada. Fazendo um paralelo a isso, dá pra colocar um espelho em toda a história do belo, esperto e forte Spirit e vermos a natureza humana também (por que não?!), afinal somos tão “da terra” como eles, tão mamíferos quanto e a natureza nos serve assim como os serve, desde que saibamos como usufruí-la.


A valorização da família, e tê-la como o nosso ponto de paz, nossa principal, maior e mais antiga árvore de amor, é pontuada com muita maestria também. Fora a questão histórica dos EUA que faz todas essas interconexões que mencionei, relacionando a vida – em sua essência - como é encarada pelo homem branco que coloniza a América e pelo indígena nativo dentro do mesmo espaço geográfico


Comédia: A Proposta (2009)
 
A saudosíssima Margaret Tate (Sandra Bullock), editora de uma grande e influente editora de Nova York, é chamada pelos diretores da empresa para ser informada de que não pode mais manter vínculo empregatício e até conseguir a promoção a editora-chefe que tanto deseja, uma vez que é cidadã canadense também, fator impeditivo a ela. A menos que esteja casada ou se case com algum estadunidense. Andrew Paxton (Ryan Reynolds) é seu assistente na editora (que sempre sonhou em ser editor também), um cara bem eficiente, meio cômico e mega sincero. Num estalo momentâneo, Margaret decide casar-se com ele, alegando que estavam mantendo uma relação secreta há algum tempo.
A partir dessa ideia, a comédia começa com o espanto mútuo entre ambos (e sua óbvia discordância, é claro, no que lhes confere essa ‘surpresa’) e Andrew começa com suas chantagens pra cima de Margaret. Faz com que ela dê algo em troca de muito valor a ele, na condição de se casarem efetivamente, levando-a para conhecer toda sua família e outras coisitas mais.

A Proposta é divertidíssima do começo ao fim. É o tipo de comédia romântica leve, de distração, que te conduz com muito humor sem parar. E os momentos para gargalhar são excepcionais! O roteiro é muito bem trabalhado por Peter Chiarelli (o mesmo de Truque de Mestre: o 2º ato) e a diva Sandra Bullock está impecável e a mais engraçada ever! É hilário ver uma relação “boa” e distante entre os dois protagonistas ir tomando forma bem aos poucos (e isento de machismo, hein, galera!) e como a proximidade vai crescendo em conjunto com o afeto e aquele lance de “ver o que você tem de bom, o seu lado fofo e bonito”, até o clímax do filme chegar.
Indicadíssimo pra todo mundo!

Aí, nas férias, galerinha, não esqueçam que vocês podem aproveitar ao máximo para:

Parar um pouco, respirar, e olhar a paisagem, olhando ao mesmo tempo pra dentro de si mesmo...




Mas sem esquecer o amor que você tem pelos que te cercam e te querem muito bem.



Esnobar com classe o recalque, as imbecilidades e as besteiras do dia a dia...



E sair correndo sem medo de ser feliz pelos mais belos campos que a natureza nos dá!



Também beijar o(a) guri(a) crush com aquela satisfação (mesmo que não seja de fato seu crush), demostrando apreço...





E, claro, se soltar e dançar loucamente! É FÉÉÉÉÉRIAAAAAAAAAS!!!!!!!



 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -


Por Ana Beatriz Cristaldo.


Eu já quero adiantar que estou de TPM, então a minha indicação de férias tem muito amorzinho e o frio é o clima perfeito pra ver esses filmes com a melhor companhia e aquela que você tem que amar em primeiro lugar: você.
Alguns você pode chamar a família, os amigos e os que você ama, outros é importante ter uma mente aberta por que a reflexão proposta é intensa.
Nessa lista, como o Renato disse, todos estão disponíveis no Netflix e geralmente não são muito conhecidos, mas se você já viu:

Perdoa


500 dias com ela

Essa lindeza está no meu top 10 de filmes favoritos da vida (inclusive rola um projeto de tatuagem) e eu amo ele tanto que chega dói.

Do diretor Mike Webb (O espetacular Homem-Aranha), 500 dias com ela é uma história de um garoto que conhece uma garota, mas não é uma história de amor. Tom (Joseph Gordon-O QUE EU FAÇO COM ESSE HOMÃO-Levitt) é um criador de cartões comemorativos e vive sua vidinha pacata e bem cômoda, até que uma nova funcionária chega e as coisas mudam de cabeça pra baixo. O filme traz uma reflexão muito gostosa sobre a vida e da relação expectativa x realidade que temos das coisas, e de como criamos mundo, cenários e até relacionamentos em nossas mentes que não condizem com a verdade.

Quando vocês assistirem encontre outras pessoas que também o fizeram e levantem a pergunta: teamTom OU teamSummer. Para vocês terem uma noção de quão é especial esse filme pra mim, quando eu trabalhava numa livraria e vivia flertando e amando o meu crush (atual namorado) de longe eu fui comprar esse filme com ele, e perguntei: Summer ou Tom? E ele respondeu a mesma coisa que eu. Isso já faz três anos de puro amor. Fim do flashback.

P.S: trilha sonora absurda.

Nota: 105484105674/10

 


As vantagens de ser invisível

O diretor Stephen Chbosky (Bela e a Fera) é autor e diretor de As vantagens de ser invisível, um dos livros mais marcantes da minha vida e uma das melhores adaptações literárias já realizadas, é uma delícia melancolicamente triste. O jovem, tímido e introspectivo Charlie (Logan Lerman) faz amizade com os irmãos Sam (Emma Watson) e Patrick (EZRA FUCKIN MILLER) e começa a viver novas experiências, o grupo passar por diversas situações e constroem juntos uma história divertida, porém intensa e com um fundo melancólico de que há coisas mais profundas acontecendo, mas que não foram ditas.

Se for assistir se prepare para chorar e sentir um certo incomodo, é fácil se identificar com os personagens e se apaixonar por eles. Além disso tudo, o filme traz uma visão sensível sobre a depressão que nos proporciona uma percepção muito íntima do que é essa doença tão avassaladora e corrosiva e da adolescência, a fase mais difícil que se pode passar.

Trilha sonora excepcional.

Ezra Miller te amo, vamos namora.


 
Nota: 156489431/10



Amor a toda prova

Dos diretores Glen Ficarra e John Requa (Golpe duplo) esse é um filme do qual eu sou bem suspeita para falar pois ele traz um dos meus casais cinematográficos favoritos: Emma Stone e Ryan Gosling, por favor compreendam (NÃO TEM COMO RESISTIR À ELES), mas além desse casalzão temos Julianne Moore e Steve Carell como um casal em crise. Vamos lá, o filme é uma encruzilhada de histórias e recomeços, que trata com um humor ácido e delirante situações as quais, na maioria das vezes, nós pessoas não conseguimos lidar sem sermos dramáticos, pois elas envolvem relacionamentos e uma massa de sentimentos conflitantes.

É bem divertido de assistir com os amigos e família, e tem o Ryan Gosling sem camisa. EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEH!!!!!



AAAAH! Tem o Kevin Bacon também!

Nota: 10/10


Agora só para não perder o toque de surpresa que sempre trazemos a vocês eu separei duas séries para indicar, das quais eu não vou falar nada e vocês vão ter que confiar em mim ok?

Tá, só vou falar uma coisinha: elas são pra você pensar, enquadrar as situações na sua vida e melhorar com elas.


Master of None



- 2 temporadas

- 10 episódios por temporada

- Uma média de 20 à 30 minutos por episódio


BoJack Horseman*



- 3 temporadas

- 12 episódios por temporada

- 25 minutos cada episódio

* Não é uma série que eu aconselho para menores de 18 anos, a não ser que seus responsáveis estejam de acordo com isso.

** Eu já falei dela várias vezes e reforço: ASSISTE ESSA JOÇA EM NOME DE CHER!


Espero que vocês fiquem bem, aproveitem suas férias e nos vemos em agosto, onde eu prometo trazer mais novidades e obras maravilhosas.

Paz.

E lembrem-se: “Se você não se ama, como pode amar outra pessoa, posso ouvir um amém aqui?” – Rupaul toloucaeviciadanessacoisa


Todos os leitores da coluna receberam o selo de Seguidores de QUALIDADE do IAQ.