segunda-feira, agosto 29, 2016

Companhia 30 anos: Encontro com Alberto Manguel e Robert Darnton

O primeiro evento de comemoração dos 30 anos da editora Companhia das Letras promoverá um debate com os autores Robert Darnton e Alberto Manguel, conhecidos por seus estudos sobre a História dos Livros, da Leitura e da Literatura. O evento ocorrerá no dia 30 de agosto, terça-feira, às 20h no Sesc Vila Mariana. A retirada de ingressos ocorrerá uma hora antes.

Para mais informações, basta acessar o evento criado pela Companhia das Letras no Facebook.


Não deixem de conferir!

Resenha: Livro com artigo de professores da FESPSP chega à Biblioteca

O livro “Tópicos para o ensino de Biblioteconomia: volume 1”, que conta com o artigo “Introdução à organização de arquivos: conceitos arquivísticos para bibliotecários” escrito pelos professores Charlley Luz e Francisco Lopes, já está disponível na Biblioteca da FESPSP.

A aluna do quarto semestre do período matutino e estagiária da biblioteca, Adriana de Oliveira Nogueira, enviou para a Monitoria uma breve resenha sobre a obra. 

Vamos conferir?



RESENHA DO LIVRO
“TÓPICOS PARA O ENSINO DE BIBLIOTECONOMIA: VOLUME 1”

Adriana de Oliveira Nogueira
(4º Semestre – Matutino)

SILVA, José Fernando Modesto da; PALETTA, Francisco Carlos (Org.). Tópicos para o ensino de Biblioteconomia: volume 1. São Paulo: ECA/USP, 2016. 181 p. ISBN 978-85-7205-142-2.

Este mês recebemos na biblioteca como cortesia da Editora ECA/USP o livro “Tópicos para o ensino de Biblioteconomia: volume 1”, organizado por dois grandes professores da área, José Fernando Modesto da Silva e Francisco Carlos Paletta. A obra traz contribuições importantes para o ensino e formação do profissional bibliotecário nos dias atuais, levantando discussões acerca dos conteúdos programáticos de disciplinas do curso de Biblioteconomia e Documentação da Escola de Comunicações e Artes da USP, e conta com a colaboração de diversos especialistas da área. São onze textos que abordam temas como: ação cultural; administração, geração e uso da informação; análise documentária; fundamentos e formação em Biblioteconomia e Ciência da Informação e recursos informacionais. O texto “Introdução à organização de arquivos: conceitos arquivísticos para bibliotecários” tem a colaboração de dois professores da FESPSP, Charlley dos Santos Luz que leciona nos cursos de Pós-Graduação e Francisco Lopes Aguiar, professor do curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação. Uma obra que vale a pena ser lida tanto por docentes quanto por estudantes, pois expõe discussões relevantes sobre as práticas bibliotecárias, que se encontram em constante alteração devido as mudanças tecnológicas e mercadológicas da sociedade atual.

Sumário do livro com o artigo dos professores Charlley e Francisco.

PEC: Bibliotecas-Laboratório - Experiment(A)ção Cultural

No dia 02 de setembro, sexta-feira, das 17h30 às 19h, haverá o Programa de Extensão Curricular intitulado "Bibliotecas-Laboratório: Experiment(A)ção Cultural criação de outros meios e outros fins", ministrado por Marcos Paulo de Passos.

Segue uma breve síntese do que será abordado:
A Biblioteca Pública como lugar de experimentação, de criação e protagonismo, posiciona os sujeitos numa relação afirmativa na ordem do conhecimento. Tomada como local que mantém a esfera pública como seu eixo central, abre-se como espaço de negociação e de compartilhamento de saberes que articulam-se dentro e fora das Bibliotecas. Tais aspectos ultrapassam as meras relações da difusão de acervos e do acesso à informação. Na perspectiva da Ação Cultural, redimensiona as práticas profissionais, reconhecendo bibliotecários, parceiros (artistas, educadores) e comunidade como agentes de transformação de territórios, de laboração e construção de narrativas e sentidos. Inscreve desejos e demandas adjacentes à instituição em temáticas e práticas afins.

O evento é gratuito e ocorrerá na sala 65 da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo.


Programação do CRB-8 na 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo


O Conselho Regional de Biblioteconomia 8ª Região terá uma extensa programação em seu stand na 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que vai do dia 26 de agosto ao dia 04 de setembro. Saraus, tardes de autógrafos com artistas independentes e contação de histórias marcam o ano em que o CRB-8 comemora 50 anos.

A 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo acontece no Pavilhão do Anhembi (Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana), das 09h às 22h. O stand do CRB-8 fica na rua J091, próximo a Praça de Alimentação.

Participem!


segunda-feira, agosto 22, 2016

Ajude o CA do Borba na escolha das estampas



O Centro Acadêmico Rubens Borba de Moraes criou oito estampas para as novas camisetas e moletons do curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação. Agora eles precisam da ajuda dos alunos para selecionar duas delas. 

Para participar, basta escolher uma das estampas aqui divulgadas, entrar no link e votar no número da sua estampa preferida. Super fácil, não?

Lembrando que a votação será encerrada nessa terça-feira, dia 23.


Corram lá!

Entrevista com o professor Wanderson Scapechi

Desde o começo desse segundo semestre de 2016, a Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação tem um novo professor em seu corpo docente. Ele ministra atualmente no curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação as disciplinas de Introdução à Administração, para o segundo semestre, Sociedade da Informação e Comunicação em Mídias Digitais, para o quarto semestre, e Tecnologias de Comunicação, para o sexto semestre.

Vamos conhecê-lo melhor?

Meu nome é Wanderson Scapechi, tenho 36 anos e sou natural da cidade de São Paulo. Passei grande parte da minha infância e adolescência morando na Zona Norte de São Paulo e sempre estudei em escolas públicas.
Gosto muito de ler livros, jornais e revistas, ir ao cinema, ouvir música, além de uma boa conversa na companhia de amigos, acredito que eles são fundamentais na nossa vida. Gosto também de participar dos eventos profissionais promovidos pela nossa área.
Sou formado em Biblioteconomia pela Faculdade de Filosofia e Ciência de UNESP – Campus de Marília, ingressei no curso em 1998 e conclui em 2001. Foi um tempo muito importante para minha formação intelectual e pessoal. Acho que o fato de sair da casa da minha família para morar sozinho em outra cidade foi um grande desafio para mim, tinha apenas 17 anos. Fiz estágios em diferentes tipologias de bibliotecas, na Coordenação Geral de Bibliotecas da UNESP no processo de Conversão Retrospectiva (RECON). Além disso, fui bolsista de iniciação científica pelo CNPq/PIBIC, sob a orientação da saudosa Profa. Dra. Maria Helena T. C. de Barros.
Tenho pós-graduação em Educação “Novas Competências Aplicadas à Educação” pelo Centro Universitário Senac e mestrado em Ciência da Informação pela Escola de Comunicações da USP. O título da minha dissertação foi: “Saberes informacionais no ensino superior: um estudo exploratório”, que teve a orientação do Prof. Dr. Edmir Perrotti. A pesquisa se inseriu dentro de um quadro mais amplo de pesquisa que é a Infoeducação, um campo de pesquisa que busca compreender as relações entre a Informação e a Educação.
Como bibliotecário atuei em diferentes instituições no Brasil. Costumo dizer aos alunos sobre duas experiências profissionais que marcaram significativamente a minha carreira: uma foi nas Faculdades Integradas de Nova Andradina, no Estado de Mato Grosso do Sul e a outra foi na Universidade de Ijuí (Unijuí), no Estado do Rio Grande do Sul. Em São Paulo, tive a oportunidade de trabalhar em diferentes bibliotecas, principalmente de IES: FIP (Faculdades Integradas Paulista), UNG (Universidade de Guarulhos), UNIESP, Biblioteca Mario de Andrade, entre outras. Fui conselheiro no CRB8 durante a 16ª Gestão. Foi uma experiência muito importante na minha carreira pois senti que contribui e entendi mais sobre a nossa classe profissional. Como docente na área, iniciei lecionando no curso Técnico em Biblioteconomia oferecido pelo Senac onde permaneço até os dias de hoje. Ao mesmo tempo, ministrava aulas em disciplinas ligadas à área de administração – Teoria Geral da Administração (TGA) e Organização, Sistemas e Métodos (OSM) no curso de Ciências Contábeis da UNIESP – Unidade Centro Velho.  Atualmente atuo no Senac-Unidade Francisco Matarazzo como docente e como mediador de redelocal, junto ao Programa Rede Social.
Em relação às expectativas do meu trabalho como docente na FESPSP, são as melhores. Estou bastante motivado e empolgado para trocar conhecimentos entre os meus pares e também com os alunos. Como destaquei em minha apresentação nas turmas, a FESPSP teve e ainda tem um papel muito importante para a Biblioteconomia paulista e brasileira, por isso para mim é um privilégio e ao mesmo tempo uma responsabilidade muito grande ocupar este lugar. Da mesma forma, acredito que será uma boa oportunidade para eu desenvolver pesquisas e ampliar a produção de conhecimento na nossa área. Estou bastante feliz pela conquista!
Para os que já estão na área ou estão querendo ingressar nela, eu digo que ela é bem promissora e oferece situações bastante gratificantes, como a satisfação de usuários ao encontrar as informações que necessitam. Costumo dizer que sou muito feliz por ser bibliotecário, acho se eu não fosse bibliotecário eu não saberia o que eu seria, tamanha a minha identificação com a área. É claro que essa identificação foi sendo construída ao longo da minha trajetória, por isso não se preocupe se você ainda não possui essa identificação. Ela virá com o tempo.
Acredito no poder transformador do conhecimento na vida das pessoas. Sair de um estado de não saber para um estado de saber é incrível, fascinante. Digo isso pela minha prática como docente e pelos relatos que tenho ouvido dos meus ex-alunos. Por isso, a biblioteca tem um papel importante neste processo de mudança. Gostar de pessoas, saber fazer uso das tecnologias de informação e comunicação e ser organizado é fundamental para o profissional que deseja fazer a diferença em nossa área.

16º CONIC-SEMESP: Inscrição de trabalhos


A 16ª edição do Congresso Nacional de Iniciação Científica (CONIC), realizado desde 2001 pelo Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior (SEMESP), está quase no fim do período de inscrições de trabalhos. 

Até o dia 02 de setembro, sexta-feira da próxima semana, poderão ser enviados trabalhos sobre quaisquer temas, das mais diversas áreas do conhecimento, cujos autores estejam regularmente matriculados em cursos de graduação de instituições de ensino tanto públicas quanto privadas.

O intuito do evento, que acontecerá entre os dias 25 e 26 de novembro, na Faculdade Eniac, em Guarulhos, é estimular o engajamento dos estudantes de graduação na descoberta científica, contribuindo para suas qualificações profissionais.

Para mais informações, basta acessar o site do evento.

domingo, agosto 14, 2016

Chamada de trabalhos - 9º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias



Até o dia 28/08 estão abertas as inscrições de trabalhos, relatos, programas, experiências e projetos realizados em bibliotecas públicas ou espaços de leitura, para o 9º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias – Seminário Biblioteca Viva.

Serão selecionados até 15 trabalhos, que serão apresentados no formato de painel expositivo com tempo de 15 minutos. Trabalhos de todo o Brasil e exterior podem ser enviados. Cada proponente poderá inscrever quantos trabalhos desejar, abrangendo diversos temas.

Os temas dessa edição serão: 
  • A biblioteca e a comunidade; 
  • Ações sustentáveis e consumo consciente; 
  • Acessibilidade, vulnerabilidade e inclusão; 
  • Biblioteca como espaço além da leitura; 
  • Bibliotecas no mundo digital; 
  • Interação entre biblioteca e escola; 
  • Jovens leitores e a biblioteca; 
  • Mediação cultural; 
  • Mediação de leitura; 
  • Parcerias e captação de recursos; 
  • Serviços e programas de extensão;
  • Soluções para ambientes em bibliotecas; 
  • Voluntariado.

O envio do relato será feito por um formulário online. Para mais informações, acesse as Condições Gerais de Participação.

O 9º Seminário Internacional de Bibliotecas Públicas e Comunitárias – Seminário Biblioteca Viva, que se realizará nos dias 07, 08 e 09 de novembro de 2016, no auditório da Secretaria da Pessoa com Deficiência (Parlatino) – Memorial da América Latina (Av. Auro Soares de Moura Andrade, 564 – Barra Funda).

Coluna: Onde Estão os Bibliotecários? Por Grazielli de Moraes

Olá gente, tudo bem, espero que as férias tenham sido boas. Estamos de volta! Uhulll!!!

Hoje trago uma entrevista em dobro que deveria ter saído no mês dos namorados, no entanto, não foi possível.

Acredito que muitos de vocês tiveram a oportunidade de conhecer casais que se conheceram na Biblioteconomia (FESPSP), não é... Pois então, hoje nossa entrevista é com o casal Ana Paula Cavalcante e Fernando Reis de Arruda Alves. Ambos se formaram em 2013 – e olha que nem eram da mesma sala, mais por ironia do destino quando houve a união das duas turmas (04 e 03 anos) eles se conheceram e estão juntos na profissão e na vida.

“A biblioteconomia teve uma participação (Fernando)... Costumo dizer que foi como um jogo de futebol ganho no último momento, no segundo tempo do último segundo... acredito muito na sincronicidade ... escolhi a FESP e na FESP conheci ele... (Ana) ”.



Ana (40 anos) trabalhou durante 03 anos numa Biblioteca Universitária da Universidade Mogi das Cruzes (UMC), atualmente trabalha há 6 anos em uma biblioteca de lazer de um grande clube esportivo (Esporte Clube Pinheiros) e recentemente foi aprovada no Concurso da Prefeitura de São Paulo e está aguardando a nomeação. Futuramente pretende fazer uma pós-graduação, no entanto, não pretende ir além disso por enquanto.

Fernando (46 anos) não trabalha na área atualmente, no entanto está tentando se recolocar no mercado de trabalho, estudando para concursos da área e tentando entrar numa pós-graduação.

Para ambos a biblioteconomia é uma paixão – intermediada pelos livros – no entanto cada um chegou até ela de uma maneira diferente.

 “...Biblioteconomia pra mim é...
 Minha vida! Desde que descobri este curso no Técnico...”
(Fernando Reis)

“A Biblioteconomia veio na minha vida como uma segunda profissão, eu sempre gostei muito de ler , de livros  e de informação então me formei em 2006 em jornalismo, mas como toda profissão tem seus inúmeros desafios  eu não consegui emprego nesta área e vi que não era bem o que eu queria então arrumei emprego em uma biblioteca universitária e daí resolvi ser bibliotecária e fazer uma segunda formação e vi que a biblioteconomia era tudo o que se encaixava na minha vida e caiu como uma luva”. (Ana Paula Cavalcante)

Para ambos a FESP foi responsável não só pela formação de bibliotecário, mais também por, trazê-los amigos e mais do que isso, os funcionários, professores foram como uma família.

“... eu frequento a faculdade quando tem palestras e é um lugar bem diferente mesmo das demais faculdades onde estudei tenho muito amor por esta instituição...”.
(Ana Paula Cavalcante)

Em relação ao que precisa ser mudado na Biblio, tanto a Ana como o Fernando mencionam alguns tópicos:
  • Novos espaços públicos e bibliotecas;
  • Vagas e Salários mais decentes;
  • Bibliotecários mais atualizados – em todas as áreas do conhecimento humano;
  • Mais reconhecimento do profissional.


Aos novos integrantes eles desejam sorte e muito sucesso na área, e ainda deixam claro da necessidade de se gostar do que se estuda, para obter êxito e sucesso.

“... é uma profissão maravilhosa, eu pelo menos acho (Fernando)... Acredite sempre em seus sonhos e em tudo que faz, inclusive estudar, sempre vale a pena se você colocar amor naquilo que faz (Ana) ...”.

Curso: Gestão de Bibliotecas


No sábado, dia 03 de setembro, a Ação Educativa sediará o curso "Gestão de Bibliotecas", oferecido pela Associação Brasileira de Educação em Ciência da Informação (ABECIN) e ministrado pela profª drª Valéria Valls, coordenadora do curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação da FESPSP.

O curso terá a carga horária de seis horas, das 9h às 16h, e objetiva “reciclar e capacitar os participantes em fundamentos de gestão, visando seu aprimoramento profissional, além de apresentar exemplos e situações do quotidiano com o objetivo de reciclar os participantes nos temas relacionados à gestão de Bibliotecas”.

A Ação Educativa fica na rua General Jardim, número 660, entre as estações República e Santa Cecília do metrô. As inscrições vão até o dia 01 de setembro. Para mais informações, acesse o link.

domingo, agosto 07, 2016

Coluna: Música e Livros, por Bruno de Carvalho

Música e Livros é uma coluna escrita por Bruno Carvalho, ex-aluno de Biblioteconomia da FESPSP, que fala a respeito de bandas e o que elas leem, mostrando como música e livros tem tudo a ver!
A entrevistada da vez é Thammy Sillah, vocalista da banda de rock Psicose que faz tributo à banda Black Sabbath.

1) Qual a influência literária nas composições da banda Psicose?
Nossa temática de composição é focada em distúrbios da mente e terror. Um dos livros que nos inspirou foi O Chamado de Cthulhu de H. L. Lovecraft.

2) O que vocês costumam ler?
Sim, todas temos este hábito.

3) O rock incentiva a leitura?
Com certeza. Creio que a maioria das bandas que nos influenciam, possuem em sua obra letras bem estruturadas, que contam histórias e aguçam a imaginação do ouvinte, e também se influenciam através da leitura. Um fã que se interessa pela obra da banda irá atrás de sua origem.

4) Você considera válido a utilização de músicas de rock no ensino de história e literatura?
Sim, creio que faça o processo de ensino aprendizagem se torna mais dinâmico e produtivo.

5) A música incentiva a leitura?
Sim, assim como a leitura, a música nos transporta para outro mundo apenas em ouvi-la.

6) Você acha que as bandas de rock de hoje são preocupadas com o conteúdo da letra, em relação a escrever uma boa composição? Ou só aparência, preocupação com a vestimenta? Você acha a década de 80 (rock nacional) a que mais valorizava o conteúdo das letras?
Os modos de composição e temática com certeza mudam com o tempo, pois os pensamentos são outros, os valores são outros e as pessoas são outras. Não há como generalizar, cada banda possui sua essência. Algumas são totalmente focadas em letras e na mensagem que irão transmitir, enquanto outras realmente preocupam-se somente com a aparência.


Caso queiram saber mais sobre a banda, basta acessar a página oficial no Facebook.

PEC: Biblioterapia, a arte de cuidar com livros

Na segunda-feira, dia 08 de agosto, haverá o primeiro Programa de Extensão Curricular desse segundo semestre, intitulado "Biblioterapia: a arte de cuidar com livros", ministrado por Cristiana Seixas. O evento é gratuito e ocorrerá na sala 64 da FESPSP em dois horários: das 11h30 às 13h e das 17h30h às 19h. 
Venham conferir!


Homenagem à professora Evanda

A Monitoria Científica está de volta! E começamos esse novo semestre com a colaboração do aluno Nicolino Foschini, em seu relato sobre a última aula da professora Evanda Verri Paulino, que se aposentou após uma longa e próspera carreira como docente na Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação.

Turma do primeiro semestre, período matutino, com a professora Evanda.




Na última aula da professora Evanda, preparamos uma despedida que fosse o mais prazerosa possível nas condições e possibilidades. Nós alunos do primeiro semestre matutino, da disciplina de Fundamentos de Biblioteconomia, preparamos uma mesa de café da manhã para receber a professora, que foi surpreendida quando chegou na sala de aula! Ainda mais surpresa, ela ficou quando viu um bolo em sua homenagem. No primeiro momento, a aula aconteceu com ela contando sobre sua passagem como presidente do CRB 8, durante os anos de 2009, 2010 e 2011. Após essa primeira parte, fizemos uma parada para tomarmos o café e cortarmos o esperado bolo de confraternização.
No segundo momento, a sala tomou nova forma, a pedido da professora os alunos se sentaram em um grande círculo, e a aula foi para repassar os conteúdos das apresentações sobre biblioteconomia que fizemos ao longo do mês de maio, claro que de maneira bem agradável como sempre a professora Evanda conseguiu imprimir em suas aulas. A aula se encerrou com uma bela foto dos presentes no dia desta aula, e com a entrega de um dossiê de homenagens que a professora recebeu de mim!


Para quem desejar, o Nicolino disponibilizou o dossiê de homenagens à professora Evanda. Basta acessar aqui.
Confiram também o depoimento da professora Evanda para as comemorações dos 75 anos do curso de Biblioteconomia da FESPSP.